Primary Navigation

saiba-qual-o-vidro-certo-para-cada-tipo-de-instalacao

Saiba qual o vidro certo para cada instalação

Saiba nesse artigo qual o vidro certo para cada instalação – Saber qual o vidro certo para cada instalação garante a construção de aplicações duradouras, bonitas e, principalmente, seguras para o usuário. É importante destacar que para cada aplicação existe um tipo de vidro com tecnologia específica para satisfazer uma determinada necessidade, de modo que a escolha errada pode colocar em risco todo o projeto e fazer com que o barato saia muito caro.

Abaixo demonstraremos alguns exemplos do uso do vidro certo para cada instalação, mas desde já destacamos que cada caso é um caso e, dessa forma, é de suma importância consultar empresas especializadas no assunto. Profissionais experientes possuem capacidade para sintonizar suas necessidades às normas de segurança da ABNT, tomando as precauções para que a segurança dos usuários venham antes que as preocupações estéticas, por exemplo.

Entenda um pouco sobre vidro de segurança

Antes de comentar sobre os tipos de vidro certo para cada instalação, é interessante explicar um pouco sobre os vidros de segurança, pois esses modelos são frequentemente referidos nas normas da ABNT e seu conjunto de diretrizes que determinam o uso do vidro na arquitetura.

Vidro laminado: Placa composta por duas ou mais folhas de vidro unidas através de uma película especial e resistente. O vidro laminado, ao se quebrar, mantém os estilhaços de vidro suspensos até a manutenção.

Vidro temperado: Tipo de vidro altamente resistente, indicado para aplicações onde haja risco de grandes impactos. O vidro temperado, ao se estilhaçar, se quebra em pedaços pequenos de baixo risco de corte aos usuários.

Vidro aramado: Modelo de vidro que conta com uma malha de metal em seu interior. Essa malha fica responsável por manter os pedaços de vidro suspensos em casos de quebra.

Apesar de diferentes, existem algumas semelhanças entre esses modelos. Os vidros de segurança recebem essa classificação por não oferecer riscos aos usuários depois de quebrado, ou sejam, são placas de vidro que se quebram de maneira segura.

Saiba qual o vidro certo para cada instalação
Saiba qual o vidro certo para cada instalação

Qual vidro certo para usar em…?

Conhecer e entender o conceito dos vidros de segurança auxilia a perceber qual o vidro certo para cada instalação. Entretanto, é preciso se atentar às normas da ABNT sempre, pois existem diversas exceções para o uso do vidro na arquitetura – mais uma razão para se contratar um profissional especialista na área.

Fachada de vidro: Os vidros para fachada de vidro devem ser de segurança (laminado, temperado ou aramado), conforme demonstra a NBR 7199. É importante destacar que é possível atribuir outras características ao vidro, como espelhamento, conforto térmico e acústico, etc.

Saiba qual o vidro certo para cada instalação
Saiba qual o vidro certo para cada instalação

Sacada de vidro: Ainda falando sobre qual o vidro certo para cada instalação, a sacada de vidro deve ser composta por vidro laminado ou temperado. A espessura da placa de vidro é determinada conforme a altura da instalação. A ABNT NBR 16.259 é a norma que determina o uso de vidro em sacadas.

Divisórias de vidro: Nesse caso é preciso considerar a altura que será instalada a divisória de vidro. Para estruturas que estejam abaixo de 1,10m em relação ao solo é preciso utilizar um dos tipos de vidros de segurança; se a divisória estiver acima de 1,10m do solo é possível aplicar também os vidros comuns.

Guarda corpo de vidro: O guarda-corpo é um exemplo de exceção para o uso de vidro de segurança nas instalações. Nesse caso o indicado é utilizar vidro laminado ou aramado, pois manterão a placa de vidro suspensa até a manutenção, evitando maiores acidentes.

O vidro temperado, apesar de ser um vidro de segurança, não pode ser aplicado em guarda corpos de maneira isolada, tendo em vista que se estilhaça por completo após a quebra e deixa o vão do guarda corpo livre – o que poderia causar mais acidentes. Entretanto, o modelo pode ser utilizado com laminação com maestria.

Para entender melhor sobre qual o tipo de vidro certo para cada instalação, a principal dica é estudar as diretrizes da ABNT em suas diversas normas. Dessa forma, além de satisfazer os anseios estéticos dos usuários, a estrutura envidraçada será funcional, duradoura, resistente e, principalmente, totalmente segura aos usuários. Consulte profissionais do ramo e evite que o barato saia caro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *