Primary Navigation

pisos-de-vidro

Pisos de vidro

Os pisos de vidro são ideais para compor projetos que prezam pela junção da inovação, beleza e funcionalidade. Isso acontece porque o vidro é um material único e, dessa forma, oferece singularidades à estrutura para piso de vidro, como a capacidade de criar uma barreira física ao mesmo tempo em que imprime personalidade, permite a passagem de luz natural, traz amplitude visual e promove a integração dos ambientes.

É importante destacar que os pisos de vidro são totalmente seguros desde que fabricados com os insumos e tipos de vidros corretos. Por esse motivo esse tipo de estrutura não deve ser instalada por profissionais sem especialização, pois os cálculos devem ser cirúrgicos para garantir tanto a beleza quanto a segurança, funcionalidade e o resto das vantagens do piso de vidro. Fique muito atento para o barato não sair caro!

Saiba mais sobre os pisos de vidro

Imagina a sensação de caminhar em um piso feito de vidro! A ideia pode parecer uma loucura, mas os pisos de vidro estão se tornando tendência decorativa e até mesmo participando de atrações turísticas em alguns países – como é o caso das pontes de vidro da China e a plataforma suspensa Skyglass, no Rio Grande do Sul.

Os pisos de vidro despertam a curiosidade – e até o medo – dos usuários. Vale destacar que, para que o piso de vidro seja seguro, ele deve ser fabricado com atenção a diversos fatores. Não existe normas específicas para estrutura para piso de vidro, de modo que a estrutura precisará então se adaptar às normas sobre utilização de vidro na construção civil. Mas alertamos que somente um profissional habilitado pode especificar corretamente os vidros para o piso.

Existem situações, por exemplo, onde um vidro especificado na norma não poderá participar do piso, como acontece quando o vidro precisa ser furado para se adaptar a estrutura; nesse caso, o vidro laminado – mesmo sendo indicado na ABNT NBR 7199 – não poderia ser utilizado sozinho, pois precisaria ser composto por placas temperadas (laminado de temperado) para suportar a estrutura. Ainda existem casos onde é preciso utilizar películas (interlayers) especiais e/ou vidro multilaminados. Por isso sempre consulte um especialista na área.

Qual a espessura para um piso de vidro?

Definir a espessura dos pisos de vidro é outra tarefa exclusiva de profissionais habilitados. Entretanto, sabemos que a espessura mínima recomendada é de 20 mm dividido em duas folhas de vidro de 10mm; mas a especificação correta depende de fatores como o peso de todo a estrutura para piso de vidro, se o local é destinado à passagem de pessoas ou acomodação de móveis/objetos, da pressão do vento, etc.

Outro fator que pode determinar a espessura dos pisos de vidro é a deflexão das placas, ou seja, o balanço e a capacidade de curvatura do vidro. Destacamos ainda que, no caso de quebras, as placas de vidro devem garantir o evacuamento da estrutura; sendo assim, o piso deve possuir lâminas suficientes para promover esse cenário. É muito importante saber disso!

Quanto custa um piso de vidro?

O preço do piso de vidro varia de acordo com as necessidades do usuário. Considere que o piso pode exigir tipos de vidros diferentes (como o vidro laminado, multilaminado, laminado de temperado, dentre outros) e tecnologias especiais – como a película SentryGlas®. Além disso, a qualidade dos insumos e o tamanho do piso transitável de vidro também interferem no preço final do projeto.

Este é mais um motivo pelo qual devemos sempre procurar empresas especializadas que realmente saibam como fazer piso de vidro, pois os profissionais saberão demonstrar os tipos de vidro possíveis de serem aplicados e as diversas possibilidades de configuração segura da estrutura para pisos de vidro.

 

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *