Primary Navigation

Vidro antibacteriano

Vidro Antibacteriano: Saiba tudo sobre

Como o próprio nome indica, o vidro antibacteriano possui tecnologia capaz de desativar as bactérias de sua superfície em questão de horas, de maneira simples e eficaz. São alternativas para compor estruturas de hospitais, clínicas e laboratórios, devido às suas características singulares bem vindas em recintos que exigem um rigoroso processo de assepsia. Segundo consta, o vidro anti bacteriano é capaz de eliminar até 99,9% das bactérias. Leia o texto e saiba tudo sobre o vidro antibactéria.

Vidro antibacteriano

O vidro antibacteriano é mais uma prova de como a tecnologia possibilitou ao mercado a criação de modelos de vidro com funcionalidades distintas. Afinal de contas, quem imaginaria em um passado recente que o vidro seria capaz de ser o elemento principal de uma estrutura capaz de eliminar as bactérias de sua superfície sem a realização de nenhum esforço humano?

Esse cenário é exatamente o que ocorre com as estruturas equipadas com o vidro anti bactéria. Conforme consta, esse tipo de vidro possui uma camada (película) com íons de prata capazes de interagir com bactérias e desativar seu metabolismo. Em outras palavras, a película de prata elimina as bactérias, impedindo sua multiplicação e proliferação – e isso acontece em questão de horas e sem a intervenção humana.

Vidro Antibacteriano
Vidro Antibacteriano

Vidro para hospital e outros centros médicos

Esse é o principal motivo pelo qual o vidro antibacteriano é regularmente requisitado para participar de projetos arquitetônicos de hospitais, maternidades, clínicas, centros médicos, laboratórios e outros espaços desse universo, sendo aplicado de diversas formas, como:

– Portas e janelas

– Divisórias de ambientes

– Elevadores

– Revestimento de paredes

– Revestimento de mobiliários

As vantagens do vidro anti bacteriano tornam o produto em um aliado contra a infecção hospitalar e o habilita a ser instalado tanto em quartos de internação e centros cirúrgicos como em espaços com alto tráfego de pessoas, caso dos consultórios, hall de entrada e recepção. Ambientes como UTI, sala de esterilização e farmácias também são vastamente agraciadas com os benefícios do vidro antibactéria.

Vale destacar que o vidro, de um modo geral, auxilia na recuperação dos pacientes, pois quando aplicado na composição de portas e janelas amplifica a entrada de luz natural nos recintos, além de transportar o cenário de fora para dentro dos hospitais, tornando mais suportável o confinamento da internação e contribuindo para a recuperação do paciente.

Vidro anti bactéria para residências e empresas

E engana-se quem pensa que o universo hospitalar é o único agraciado com as vantagens do vidro anti bacteriano. Recentemente o modelo vem sendo procurado para ser utilizado nos mais diversos ambientes, residenciais ou corporativos, participando da composição de:

– Cozinhas

– Refeitórios

– Piscinas

– Vestiários e banheiros

– SPA’s

Vale lembrar que em alguns países da Europa, por exemplo, há anos o vidro antibacteriano vem sendo aplicado em escolas, aeroportos e outros locais com possibilidade de aglomeração de pessoas ou ambientes onde a assepsia rigorosa precisa ser tratada com prioridade.

Também conhecido como vidro antimicrobiano, o modelo também pode ser encontrado na versão em espelho e tecnicamente pode ser aproveitado em todas as aplicações tradicionais do vidro, inclusive em ambientes que exijam harmonização com a decoração, pois estão disponíveis em diversas cores.

O avanço da tecnologia é o principal responsável pela concepção desse modelo de vidro e de todos os seus benefícios para a saúde, arquitetura e usuários. Veja abaixo como é feito o vidro antibacteriano.

Como é feito o vidro antibacteriano

A fabricação do vidro antibacteriano consiste no espalhamento de íons de prata nas camadas do vidro comum. Conforme já comentamos, os íons de prata interagem negativamente com as bactérias, desativando seu metabolismo e findando sua divisão e proliferação. Esse cenário também está presente em ambientes quentes e úmidos, propícios ao desenvolvimento de bactérias. Mas como isso é possível?

Resumidamente, a prata difusa nas camadas do vidro possui ação bactericida com capacidade de atacar e anular algumas funções das células essenciais para a sobrevivência de uma bactéria. A desativação do metabolismo ocorre porque os íons de prata agem diretamente na membrana de citoplasma da célula. Essa ação auxilia a diminuir a replicação e proliferação das bactérias, pois as eliminam em questão de horas.

É importante lembrar que o vidro anti bacteriano não pode ser temperado, uma vez que o processo de têmpera anularia as propriedades de ação bactericida. Além disso, é válido destacar que a aparência estética desse modelo é semelhante a aparência de um vidro comum. Da mesma forma, o método de instalação do vidro antibactéria deve seguir as mesmas técnicas regulamentadas pelas normas da ABNT.

Dicas para o vidraceiro

– O vidro antibacteriano pode ser encaixilhado

– Vidros antibactéria podem ser laminados

– O modelo é encontrado em diversas cores ou na forma de espelho

– O vidro antimicrobiano pode ser aproveitado em áreas internas e externas.

Não se esqueça que, assim como todo projeto com vidros na arquitetura, é de suma importância adequar toda a obra dentro das normas da ABNT. Essa ação garante segurança, proteção e estética às estruturas envidraçadas, possibilitando o máximo aproveitamento das mesmas. Cuidado para o barato não sair caro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.