Envidraçamento de sacada

Porque investir em envidraçamento de sacada? Pare e pense conosco: Será que limitar os elementos da sacada da sua residência é realmente um bom negócio? Escolher os materiais específicos para a sacada pode trazer conforto, segurança e funcionalidade para o ambiente, enquanto que a escolha errada pode estragar toda a sua fachada e colocar a vida da sua família e outros usuários em risco.

Obviamente que economizar é importante, mas economia sem critério pode ser um tiro no pé e te fazer perder ainda mais dinheiro. É o famoso barato que sai caro. No caso das sacadas, o envidraçamento da sacada é um ótimo exemplo de como o vidro pode proporcionar economias para o usuário.

Para compreender essa conta é importante perceber que geralmente os consumidores só avaliam o impacto da compra num futuro próximo, mas pecam ao deixar de avaliar o custo total de propriedade (TCO) – cálculo que avalia todos os custos de determinada situação.

Esse cenário levaria em consideração, por exemplo, o fato de o vidro ser um material resistente e durável, 100% reciclável e desgaste beirando a zero, o que diminuiria consideravelmente o custo total do produto.

Ao compreender isso conseguimos perceber que o vidro oferece diversas vantagens para o fechamento de sacadas, pois além de ser vantajoso financeiramente falando, o envidraçamento da sacada traz beleza e funcionalidade para o espaço, proporciona segurança, reduções no consumo de energia e outras vantagens que dinheiro nenhum consegue pagar.

Instalação correta


Para realizar um envidraçamento de sacadas de qualidade é preciso se atentar a alguns fatores. O principal, com certeza, é a segurança que o elemento envidraçado deverá proporcionar. Além do mais, seguir as indicações dos fabricantes e das normas técnicas garantirá outras funcionalidades ao local e o sucesso da instalação de sacada envidraçada.

Optar pelo vidro correto, por exemplo, reforça a segurança e facilita a manutenção da estrutura, enquanto que realizar medições cirúrgicas garante a estanqueidade da estrutura e evita a entrada de água, poeira e barulho em excesso. Além do mais, existem sistemas de fixação diferentes e outras exigências que o profissional deve levar em consideração.

Veja abaixo algumas considerações:

  • Cálculos específicos anulam a presenças de grandes folgas e proporcionam firmeza à estrutura.
  • É necessário realizar avaliações relacionadas ao acréscimo de peso do envidraçamento de sacadas em toda a edificação.
  • É indicado iniciar a colagem sempre pelo vidro de maior altura, pressionando o vidro contra o silicone para sair todo o ar.
  • As normas técnicas indicam, por exemplo, o tipo dos parafusos que devem ser utilizados nos modelos de fixação do vidro.
  • Os vidros indicados para sacadas devem ter espessura de 8mm a 10mm, pois essa espessura garante a resistência requerida para as sacadas.
  • É possível optar por modelos de sacadas com vidros do chão ao teto ou parcial.


Além do mais, a instalação correta evita problemas no envidraçamento na sacada, tais como:

  • Problemas de fechamento na sacada com vidro (deslizamento das folhas);
  • Dificuldade de vedação da água, som e poeira;
  • Riscos de queda do vidro;
  • Vidros quebrados freqüentemente, o que compromete a segurança do ambiente;
  • Estrutura frouxa;
  • Dificuldade de limpeza da sacada;


Cabe ressaltar que é importante o usuário realizar manutenções básicas estrutura para aumentar a vida útil do vidro e toda a sacada envidraçada.

Qual vidro utilizar?


Levando em consideração que a estruturas deste tipo de ambiente requer muita segurança, os vidros indicados para envidraçamento de sacadas é o vidro laminado e temperado. Entretanto, é possível agregar outras qualidades à sacada com vidro ao utilizar, por exemplo, vidros de controle solar e/ou vidros autolimpantes.

O que NBR 16259 diz?


A norma ABNT que dita regras para envidraçamento de sacas é a NBR 16259. Essa norma estabelece requisitos para assegurar o desempenho e segurança dos sistemas de envidraçamento de sacadas para uso público ou privado. Seguir as normas técnicas para o uso de vidros nas sacadas é essencial para garantir a qualidade e segurança a todos.

Trabalhos Bem Feitos

de

de

Não
Existe

de

de

Dicas

  • Uma sacada envidraçada pode diminuir gastos com iluminação artificial e ar condicionado;
  • O vidro laminado é composto por duas placas de vidro unidas através de uma película muito forte. Ao quebrar, o vidro se mantém preso na película e mantém o vão da sacada fechado;
  • O vidro temperado é super resistente. Quando quebrado, se estilhaça em pequenos pedaços não cortantes. Entretanto, ele deixa o vão da sacada aberto;
  • Em envidraçamentos onde a instalação é em cima do guarda corpo de alumínio é importante verificar com o fabricante do guarda corpo se este tem condições de suportar a carga que será submetida pelo envidraçamento, pois de acordo com a NBR 16.259, a empresa que instalar o sistema em cima do guarda corpo se torna responsável por ele, caso o fabricante não se responsabilize pela segurança.
  • É possível unir as principais qualidades do vidro laminado e vidro temperado, criando uma folha de vidro super-resistente e que manterá os estilhaços de vidro presos à ela, além de manter o vão fechado. Trata-se do vidro temperado-laminado
  • Para trazer ainda mais conforto para sua sacada, é possível optar por vidros de controle solar. Eles são fabricados para bloquear uma parcela do calor presente nos raios solares sem prejudicar a passagem de luz para os ambientes;
  • Vidros autolimpantes são ideais para compor os envidraçamentos de sacadas, pois a tecnologia presente nesse tipo de vidro faz com que ele ‘se limpe’ apenas com a presença dos raios de sol e água da chuva.