Cobertura de vidro

Seja para compor edifícios empresariais ou residenciais, a cobertura de vidro é capaz de unir características funcionais, segurança e estética. Esse tipo de cobertura está cada vez mais popular no Brasil, mas para que ela ofereça todas as vantagens acima citadas, é essencial que a mesma seja projetada com os vidros certos e instalada por equipes especializadas.

A experiência e segurança de profissionais treinados asseguram a melhor execução do projeto e garante segurança, estanqueidade e as características especiais que a cobertura atribui às edificações.

Veja abaixo algumas vantagens da cobertura de vidro para seu imóvel:

  • Permite a entrada de luz natural;
  • Pode ser utilizado para compor a decoração do local;
  • É possível utilizar vidros especiais para garantir o conforto térmico e acústico do local;
  • Podem ser configurada com acabamentos, tamanhos e cores diferentes;
  • Promove a valorização do imóvel;

Uma cobertura feita de vidro possibilita a criação de ambientes inovadores, funcionais e altamente iluminados. Além do mais, permite a integração entre os ambientes interno e externo, sem contar aquela visão magnífica do céu – mesmo estando dentro de casa.

Sendo assim, quando se aplica a tecnologia correta, a cobertura de vidro é uma solução eficaz e segura para diversas estruturas, como por exemplo:

  • Hall de entrada;
  • Jardim de inverno;
  • Garagens;
  • Marquises;
  • Área de lazer;
  • Fachadas inclinadas;
  • Sacada;
  • Varanda;
  • Clarabóia ;
  • Pergolado de vidro.

Além do mais, com uma cobertura o usuário consegue aumentar qualquer área externa, protegendo-a das intempéries, como sol e chuva. Definitivamente, é uma solução moderna, funcional e eficaz.

Qual vidro utilizar?


Considerando suas características físicas, a cobertura deve ser fabricada utilizando placas de vidro com laminação (cobertura de vidro laminado).  Essa é uma exigência que visa garantir a segurança dos usuários nos mais diversos modelos de cobertura, como por exemplo:

  • Cobertura de vidro com alumínio;
  • Cobertura de vidro para garagem;
  • Cobertura de vidro com madeira;
  • Cobertura de vidro retrátil
  • Cobertura de vidro automatizada

Quando quebrado, o vidro laminado mantém a lamina de vidro presa ao interlayer que compõe sua massa, não permitindo que o vidro se espalhe pelo local. Em uma estrutura com essa finalidade, essa característica é essencial, afinal de contas, ninguém quer uma ‘chuva’ de cacos de vidro caindo na cabeça de ninguém!

Aqui vale lembrar que a laminação pode ser aplicada em outros tipos de vidros, como o vidro de proteção solar, vidro refletivo, vidro low-e, vidro autolimpante, vidro temperado, dentre outros. Cada um desses modelos atribui uma característica específica para a cobertura. Na dúvida, consulte um especialista.

O que a NBR 7199 diz?


Como já comentamos a ABNT possui diretrizes para a utilização de vidros na construção civil (NBR 7199), normas estas que o vidraceiro deve se adequar. A NBR 7199 informa que em coberturas deve-se utilizar obrigatoriamente o vidro laminado ou aramado.

Opte sempre pelos serviços de empresas líderes no segmento, pois a experiência, nesse caso, conta muito. Com a popularização das coberturas de vidro, a oferta tende a crescer, entretanto, é preciso que o profissional se atente em primeiro lugar para a segurança dos usuários. Desconfie de ofertas surreais.

Trabalhos Bem Feitos

de

de

Não
Existe

de

de

Dicas

  • Coberturas de vidro insulado (vidro duplo) permite a combinação de duas ou mais tecnologias do vidro;
  • Vidros de proteção solar não permitem que os raios UV danifiquem móveis, cortinas e estofados;
  • Para quem deseja mais resistência, a melhor alternativa são os vidros laminados-temperados;
  • O usuário deve ficar atento e realizar a manutenção da cobertura com vidro em intervalos de 05 e 10 anos;
  • A utilização de produtos de má qualidade (como silicone) compromete toda a estanqueidade da estrutura;
  • O vidro aramado também pode ser utilizado em coberturas de vidro.